Tuesday, October 22, 2019
Guias de ViagemSudeste

9 motivos para você viajar para São Thomé das Letras

141views

São Thomé das Letras é uma cidade do sul de Minas Gerais localizada na região da Serra da Mantiqueira, a 1.444 metros do nível do mar. Conhecida em muitos lugares como a Cidade das Pedras, ela é famosa por suas histórias e lendas diversas que a tornaram uma das principais cidades místicas do Brasil, que conta com cerca de 7 mil habitantes.

Além de contar com montanhas intensamente verdes e infinitas belezas naturais, por lá se encontram mistérios que atraem turistas e esotéricos, incríveis cachoeiras, grutas, parques e aventuras, e até mesmo ladeiras onde os carros sobem sozinhos. Saiba mais detalhes abaixo e programe já a sua próxima viagem!

1. O Parque Antônio Rosa é uma das principais atrações de São Thomé das Letras

O Parque Municipal Antônio Rosa é sem dúvidas o local mais visitado em São Thomé, já que ele possui os principais e mais famosos atrativos da região, como o Cruzeiro, a Toca da Bruxa e a Casa da Pirâmide. Além disso, ele proporciona vistas maravilhosas e panorâmicas da região montanhosa, o que o torna um lugar perfeito para relaxar e apreciar o nascer ou pôr do sol.

Com uma altitude de 1.430 metros acima do nível do mar, a criação e tombamento do parque tiveram como principal objetivo preservar o ecossistema local, o conjunto paisagístico rico em afloramento de rochas e também oferecer abrigo para pequenos animais e aves diversas.

2. São mais de 30 cachoeiras espetaculares espalhadas pela cidade

Na cidade de São Tomé você pode conhecer mais de 30 cachoeiras incríveis, a maioria com fácil acesso e piscinas naturais deliciosas.

Entre as principais, estão a Cachoeira da Lua, que recebeu esse nome porque durante a fase da lua cheia ela fica “encantada” com um lindo reflexo da lua sobre as águas cristalinas e suas pedras; a Cachoeira do Flávio, que não apenas oferece águas rasas como também uma ducha maravilhosa que se parece com uma hidromassagem; a Cachoeira de Antares, que é um pouco mais longe da cidade mas é um bom lugar para atividades como rapel; a Cachoeira da Eubiose, onde seus olhos irão até brilhar com tanta beleza natural; o Vale das Borboletas, que possui duas quedas d’água, uma pequena toca repleta de samambaias em volta e diversos tipos de borboletas em determinadas épocas do ano; e a Cachoeira Véu da Noiva, onde você conhece quedas de aproximadamente 8 metros de altura.

3. Você pode explorar as grutas da região

Vale a pena tomar coragem e conhecer a maioria das grutas disponíveis pela cidade.
As mais famosas delas são: a do Sobradinho, considerada uma das mais bonitas que conta com 150 metros de extensão, uma pequena cascata e poço com águas limpas; a do Labirinto, que é toda feita em quartzito e deve ser explorada com acompanhamento de guias, já que conta com diversas saídas; e a do Carimbado, conhecida pela lenda de que seu fim nunca foi descoberto e de que nela há uma passagem secreta que leva para Machu Picchu, cidade sagrada do Peru.

4. A vista de cima do Cruzeiro é uma das mais apaixonantes

O Cruzeiro é considerado o ponto mais alto de São Thomé, portanto é lá que você encontra uma das vistas mais inesquecíveis da cidade, tanto para ver o nascer do sol quanto para contemplar o pôr do sol. Além disso, é comum que os visitantes fiquem sentados na montanha que dá acesso ao local, já que por lá encontram-se dois barzinhos muito gostosos, que tocam estilos musicais como rock e reggae.

5. A Casa da Pirâmide é um dos pontos mais altos da cidade

Conhecida como um dos principais cartões postais de São Thomé, a Casa da Pirâmide é uma construção abandonada de forma piramidal feita em pedra, que conta com diversas janelas, perfeitas para você admirar as constelações. Bem próxima ao Cruzeiro, ela também é um ponto muito alto da cidade, onde as pessoas costumam se reunir para admirar o pôr do sol em uma incrível vista panorâmica. A dica aqui é que você não esqueça o casaco no hotel, pois lá em cima costuma fazer bastante frio!

6. A Ladeira do Amendoim é parada obrigatória para quem gosta de desafiar a lei da gravidade

Localizada na estrada para Três Corações, próxima à gruta do Carimbado, a Ladeira do Amendoim é famosa por “desafiar a lei da gravidade”. O motivo disso é que nela é possível observar os carros ou qualquer tipo de veículo serem puxados para cima da ladeira, ou seja, quando colocados em ponto morto, eles seguem sozinhos para a parte mais alta da estrada. No mínimo divertido, né?

7. Você pode praticar diversas atividades ao ar livre

Como a cidade é repleta de trilhas, cavernas, montanhas, cachoeiras e afins, nada mais normal do que você encontrar inúmeras atividades radicais ao ar livre na região. Se a ideia é se aventurar, aposte em escaladas, trekking, mountain bike, motocross, canonismo, entre outras divertidas opções. O rapel é também uma boa alternativa de programa, principalmente na cachoeira de Antares ou Garganta do Diabo.

8. As lojas do centro são um bom lugar para fazer comprinhas

G1

Já para quem prefere um programa light e tranquilo, nada melhor do que um passeio agradável pelo centro e fazer umas comprinhas pelas lojas espalhadas por lá. Entre outras coisas, você irá encontrar principalmente artigos esotéricos, como velas e incensos, e também casinhas em miniaturas feitas em pedra São Thomé, que são o souvenir típico da região.

9. Além de lindo, o poço verde é perfeito para mergulhar

O exuberante poço verde, situado em uma propriedade privada, foi encontrado durante as explorações pedreiras por conta da perfuração no banco de pedras, que atingiu o lençol freático e deu origem a esse poço de água verde e cristalina simplesmente maravilhoso. Vale a pena conhecer!

E mais: no centrinho da cidade você encontra atrações que ficam por conta da arquitetura feita em pedras sobrepostas e valem a pena a visita, como a Igreja do Rosário e os restaurantes que oferecem delícias mineiras feitas em fogão à lenha.

Todas essas incríveis opções de programas tornam São Thomé das Letras um dos destinos mineiros mais concorridos nas férias e feriados prolongados!

Leave a Response